Casa da Ópera – Sydney

20 03 2010

A casa da Ópera de Sydney é um dos ícones da arquitectura do século XX. Depois de anos de experimentação, em grande parte em conjunto com um fabricante de contraplacado inovador  a resultante foram os interiores de madeira rica e extensa, contrastando com a alvenaria de betão do exterior, sendo um excelente exemplo do uso de laminados de madeira em edifícios de grande importância.

A madeira é o material primordial utilizado no interior, tendo sido utilizada uma madeira extremamente dura e densa. Foi escolhida tendo as cores ricas e grãos, desempenho acústico e durabilidade. O material Madeira tem sido historicamente utilizado para aplicações acústicas por uma série de razões. Uma superfície de madeira, não apenas reflete o som, mas vibra levemente, dando-lhe uma qualidade especial e cor. Uma superfície dura como betão reflete o som com uma qualidade dura e afiada. O interior em madeira da Casa da Ópera de Sydney, é do agrado dos músicos pois muitos deles estão habituados à qualidade do material madeira visto que muitos dos seus instrumentos são feitos de madeira. A madeira é adequada para o controlo de eco ou excessiva reverberação fora das superfícies em desempenho e espaços público.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: